cargo-tropfest_big-font

Sou um adorador incondicional da temática zumbis. Fã de George Romero, viciado em Zombieland – e aguardando ansiosamente pelo seriado – e mestre cruel em jogatinas de RPG com a temática, busco sempre assistir ou ler sobre o tema e tentar ver novas abordagens fora do padrão. Tipo o filme do zumbi que se apaixona – que é uma merda, diga-se de passagem – ou o In The Flesh, apresentado pela Beatriz Paz em seu último texto.

Não interessa o que é, se for zumbi estarei assistindo ou lendo.

Mas essa semana pipocou um curta metragem australiano que me mostrou uma faceta que nem em Walking Dead eu havia visto. Um pai e sua filha de 10 meses, onde ele sabe que virará zumbi em breve e tenta desesperadamente conseguir um lugar para a filhinha (sobre)viver. É tocante. Não tem como não ficar emocionado.

Assistam.

Como diria o Felipe Storino, uma lágrima máscula escorreu sobre meu rosto.

Comente pelo Facebook

Oi! Eu sou o Sayron! Não é Saimon, Taimon ou Sauron... Sou um eterno perseguido por Murphy! Viciado em games, fanático por RPG e assisto Futebol Americano de vez em quando. Gosto das bizarrices desse mundo chamado internet. Vivo com sono, sou reclamão, mas se é para fazer zuera, conte comigo!

ARTIGOS SEMELHANTES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta