Lá pelas bandas de 1982, inaugurava em Curitiba o primeiro espaço destinado a amantes dos quadrinhos na América do Sul, espaço que contava com 3 mil exemplares de HQs das mais variadas e livros, essa era a Gibiteca de Curitiba.

Após 29 anos, duas pessoas resolvem usar a influência da Gibiteca, o apoio e suporte da Fundação Cultural de Curitiba e uma visitinha à FIQ de Belo Horizonte e surge então a Gibicon #0, a Convenção Internacional de Quadrinhos, evento que aconteceu em 2011, reuniu diversos nomes nacionais e internacionais e cerca de 10 mil visitantes. Um sucesso absoluto!

Agora, com a Gibiteca completando 30 anos de existência e mais de 30 mil exemplares disponíveis, temos a segunda edição desse evento, que recolocou Curitiba no caminho dos grandes eventos de quadrinhos, e a Gibicon #1 chega com tudo, de 25 a 28 de outubro, e traz o melhor conteúdo e a maior programação para todos nós, fãs de HQs.

Serão mais de 90 convidados nacionais e internacionais divididos em oficinas, debates, palestras e exposições, fora sessões de autógrafos e avaliação de portfólios! Para quem quer conhecer o mundo dos quadrinhos ou já é um fã desde criancinha, esse é o seu evento!

E já estão abertas as inscrições para as oficinas da Gibicon≠1, que acontecerão na Aliança Francesa, Paço da Liberdade e na Gibiteca.

A inscrição vale a doação de um gibi em bom estado que será repassado para a Gibiteca de Curitiba.

As inscrições serão feitas somente pelos endereços abaixo:

oficinapacodaliberdade@gmail.com
oficinaaliancafrancesa@gmail.com
oficinagibiteca@gmail.com

 

Agora fiquem com a entrevista feita com o Fabrizio Andriani, atual coordenador e curador da Gibicon #1:

Esquerda: Fabrizio Andriani – Direita: José Aguia

Se apresente aos nossos leitores

Fabrizio Andriani artista plástico, professor de artes e coordenador e curador da Gibicon #1

www.fabrizioandriani.com.br

 

Como surgiu a Gibicon?

A Gibicon surgiu a partir da ideia minha e do José Aguiar com o apoio e suporte da Fundação Cultural de Curitiba. A ideia surgiu durante uma visita na FIQ de Belo Horizonte que inclusive é muito parceira nossa.

 

O que achou dos resultados da Gibicon #0? E o que espera da edição #1?

A Gibicon #0 foi um sucesso de público totalmente inesperado. Foram mais de 10 mil visitantes somente nos 3 dias do evento. Este ano esperamos bem mais. Não temos uma estimativa exata. Mas o numero pode chegar a 30 mil visitantes nos 4 dias do evento.

Quero lembrar também que este ano a Gibiteca de Curitiva vai completar 30 anos de existência. Sem isso provavelmente eu nem estaria dando esta entrevista. São espaços como a Gibiteca que sustentam e incentivam a aproximação aos quadrinhos no dia a dia.

 

Como é organizar um evento desse porte?

É exaustivo, mas gratificante. Quando um evento tem essas dimensões e essa diversidade ele toma vida própria e fica mais difícil de controlar. Mas acho que no final o resultado será maravilhoso.

 

Quantos convidados nacionais teremos esse ano? E internacionais?

Olhe são tantos!! Aproximadamente 87 convidados nacionais e 8 internacionais.

Quero enfatizar a vinda do mítico Tanino Liberatore do RanXerox. Nossa estrela.

E também três homenagens importantíssimas. A primeira vai ser para a Grafipar, extinta editora de quadrinhos de Curitiba que reuniu no seu ápice os maiores desenhistas e roteiristas em quadrinhos do Brasil com exposição, debates, palestras e oficinas com curadoria e coordenação do José Aguiar. A outra vai ser ao falecido editor italiano Sergio Bonelli com a participação de artistas italianos, exposição e documentário.

 

Que lançamentos podemos esperar ver nessa edição do evento?

São muitos lançamentos. O ideal é dar uma conferida no nosso site que tem uma aba so para esse item: www.gibicon.com.br

 

Qual o papel da Gibicon nessa etapa do mercado nacional?

Eu acredito que a Gibicon, como todos os eventos de quadrinhos, oferece um apoio direto e indireto para o mercado editorial brasileiro. Direto porque as vendas em eventos como esse são bastante expressivas e porque debates sobre o tema são realizados com editores e profissionais do setor. Indireto porque depois dos eventos cria-se uma euforia que perdura e que, graças à periodicidade das Convenções, alimenta o mercado. Também não podemos esquecer do fomento profissional com a avaliação de portfólios, encontro do público e fãs com desenhistas, roteiristas e editores.

 

Agora para finalizar, faça um convite para os nossos leitores irem a Gibicon #1.

Gibicon

Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba

de 25 a 28 de Outubro de 2012

Não percam! Vai ter muita coisa rolando na cidade!!!!!!

www.gibicon.com.br

 

 

Programação Oficial está no site da Gibicon #1 

 

Comente pelo Facebook

Oi! Eu sou o Sayron! Não é Saimon, Taimon ou Sauron... Sou um eterno perseguido por Murphy! Viciado em games, fanático por RPG e assisto Futebol Americano de vez em quando. Gosto das bizarrices desse mundo chamado internet. Vivo com sono, sou reclamão, mas se é para fazer zuera, conte comigo!

ARTIGOS SEMELHANTES

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta