Orgulhoso e temperamental, esse gato (carinhosamente nomeado pela Beatriz Paz de Mildread) habita baixos de cama e interiores de geladeiras. Pesquisas feitas com papel higiênico rasgado afirmam que ele aparece também nos banheiros quando ninguém está olhando.  Usando uma armadilha composta de catnip e linhas de lã, conseguimos prender e dopar Mildread. A pintura foi feita digitalmente no Photoshop CS5 por mim, enquanto Beatriz Paz trabalhava habilidosamente com o laser tag na parede.

Comente pelo Facebook

ARTIGOS SEMELHANTES