[clique na imagem para ampliar]
O-balançar-de-meu-barco2

Naveguei pelos encontros e desencontros das ondas.
Observei atentamente o momento em que elas se tocavam e, lentamente, se beijavam.
Avistei gaivotas voando baixinho, tocando as águas.
O Sol que nascia era o mesmo que me encantava quando se recolhia. Nunca sozinho, pois quando se cansava, o mar mudava de cor. Tornava-se vermelho até que o Sol dormisse. Eram companheiros.
Quando noite, eu via que na imensidão escura das águas agitadas, as estrelas refletidas tentavam chamar a minha atenção e, quando eu olhava para o céu, namorava a Lua.
Acabara de me lembrar de ti.
E assim,
Vira noite, torna dia…
Rotina.
Confesso que passei a invejar o mar.
Todos os seus amores vão ao seu encontro.
As ondas dançam, as gaivotas cantam, o Sol brilha e a Lua… Ah! a Lua… Lembrara-me ti.
E refletida ali, na imensidão escura das águas agitadas, lá estava.
Eu, sozinho, embriagava-me com o balançar do barco.
Enquanto namorava a Lua, imaginava se teus olhos brilhariam de volta aos meus.
Teria sido eu perdoado, pela falta de coragem de não ter dito sobre meus sentimentos?
Amo-te tanto, menina…
Estou voltando para a cidade.
Já não tenho medo do mundo.
Carrego momentos guardados em imagens.
Quero contar tudo que pudera imaginar, em minha ausência, minha inocência.
A tua presença quero sentir… Mais…
E no dia de nosso reencontro entregarei as mais belas palavras, em forma de poesia.
Direi para que se recorde, toda a vida:
“Se um dia sentires saudades, olhe para a Lua e lembre-se que Eu também estarei olhando para ela.”.

 Patrícia Hipólito

  • Cantinho do Poeta Feliz – Tiago Malta

    De repente eu abri os olhos e todas as coisas mundanas e universais Começaram a olhar pra …
  • Sorry, Rigor Mortis

    E ai seus espetaculosos! Hoje é dia de dobradinha de curta metragem na Mob Fiction!…
  • Triálogo

    Primeira vez: Oi, quero uma dose de whisky! Mas moça, o que se passa? Por quê…
Carregar mais artigos relacionados
  • Triálogo

    Primeira vez: Oi, quero uma dose de whisky! Mas moça, o que se passa? Por quê…
  • A vida e a volta.

    Elsa está a pensar na vida. Seus olhos vidrados na vista de sua janela, onde a vist…
  • O dia, meu dia.

    Às cinco, acordei. Eu precisava saudá-lo. Entretanto, Ele se escondeu. E eu …
Load More By Patrícia Hipólito
  • Sorry, Rigor Mortis

    E ai seus espetaculosos! Hoje é dia de dobradinha de curta metragem na Mob Fiction!…
  • Triálogo

    Primeira vez: Oi, quero uma dose de whisky! Mas moça, o que se passa? Por quê…
  • Ilusão (I) de Ótica

    - Sabe, eu culpo os filmes. - Hein? - É. Os filmes, os livros e a cultura pop em ge…
Load More In Mob Fiction
Comments are closed.

Confira também!

Triálogo

Primeira vez: Oi, quero uma dose de whisky! Mas moça, o que se passa? Por quê…