Recentemente o pessoal da Red Door HQs entrou em contato conosco para divulgar seus lançamentos recentes, nós que não somos bobos, claro que aceitamos. Então, recebemos a versão física das três histórias em quadrinhos lançadas por eles.

Mas antes de falar delas, vamos falar um pouco sobre eles. A Red Door HQs é um projeto coletivo feito em parceria entre os designers  Rafael Oliveira, Bruno Arruda e Daniel Porto, onde eles disponibilizam gratuitamente através da internet suas HQs. A diferença do projeto deles é que, as histórias não apresentam um roteiro pré-definido e cada um desenha e faz o roteiro de uma página. As páginas são publicadas uma a uma toda terça, tendo o outro autor que esperar pela publicação anterior para decidir qual rumo seguir com a história, e assim por diante.

Uma curiosidade sobre o nome Red Door HQs é que, o mesmo foi escolhido em “homenagem” a um puteiro que existia perto da escola de desenho, onde os três faziam aulas – e saiam para se divertir depois… zueira -.

O projeto já alcançou o seu segundo ano, e agora conta com um formato diferente. No primeiro ano foram 40 páginas criadas por eles para a mesma cronologia, mas agora eles resolveram fazer histórias separadas, com 10 páginas criadas para cada história. É um formato bem mais interessante e fácil de acompanhar, foi uma boa sacada.

Para acompanhar as histórias já publicadas e as futuras também, basta entrar AQUI no site deles.


RedDoorHQs

Então, voltemos as edições lançadas. Com o sucesso do projeto, eles lançaram o seu próprio selo, o Red Door HQs. E de cara já foram três lançamentos: Feira Livre, O Pagamento e Esperança (todas são histórias inéditas, não estão no site).

– Feira Livre

Esse é o primeiro trabalho deles com uma narrativa linear, ou seja, com uma história planejada aos moldes normais (começo, meio e fim). A única coisa mantida é que as páginas desenhadas são divididas entre eles.

Em Feira Livre, acompanhamos um garoto que se aventura em um ambiente bastante lúdico e diversificado que é cheio de criaturas estranhas, como um dragão, sereia, dinossauro, robôs, gnomos, lobo, troll e etc. Me senti em meio ao espaço-porto de Mos Eisley em  Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança, até imaginei a música Cantina durante a leitura. =P

Pelo estilo da narrativa (para uma próxima hitória, talvez), daria até para criar uma dinâmica legal, onde o leitor decide qual caminho seguir, com a história tendo percursos diferentes e talvez até, um final diferente. Ficaria bem legal um projeto assim, na minha opinião.

Enfim, gostei bastante da história e fiquei bastante curioso com o que haveria de surgir pelo caminho do garoto.

A minha única crítica fica para os desenhistas tomarem um maior cuidado para não mudar o desenho do personagem principal. Na página 12 e 23, por exemplo, ele está bastante distinto. E houve um pequeno erro de continuação com a vestimenta dele ao longo da história, também.

– O Pagamento

Essa foi feita apenas pelo Rafael Oliveira. A HQ é um prólogo e uma homenagem a HQ Inspiração de Camilo Solano. Nela, conhecemos a trajetória de dois personagens presentes lá no Bar Baridade. Ela é bem curtinha, mas consegue nos deixar com muita vontade de seguir a história na HQ homenageada. Achei muito massa!

Leia também a nossa resenha de Inspiração – Deixa entrar Sol nesse porão

– Esperança

Essa daqui, que também é apenas do Rafael Oliveira, é a HQ com uma pegada mais filosófica, que fala a respeito das escolhas que tomamos na vida, que veêm acompanhadas de consequências inevitáveis. Me lembrou um pouco o filme sci-fi A Ilha (The Island, 2005). Gostei bastante dessa, também.


Você pode comprar as três edições AQUI, são bem baratinhas e você estará apoiando ainda um projeto independente muito bom.

Não esqueça também de acompanhar o projeto coletivo deles no site http://reddoorhqs.com e no Facebook: https://www.facebook.com/redoorhqs

Comente pelo Facebook

Designer (gráfico e web), viciado em séries e em filmes, colecionador, rockeiro, torcedor do Tricolor Paulista...

4 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom os trabalhos dos caras. Tive a honra e a oportunidade de ver o projeto nascer. Acompanhei desde o começo e ja garanti meus exemplares. Força sempre galera.

  2. Tenho o prazer de conhecer esses caras, admiro muito o trabalho deles e a proposta inovadora de trabalharem junto de um jeito diferente. A entrega deles com os projetos da Red Door me inspira muito.

  3. Sou amigo próximo deles, mas apesar disso, não tive contato com os bastidores das HQ’s. E independente da amizade também, gostei muito das HQ’s, senti vontade de ler a continuação de Feira Livre e de ler a hq Inspiração do Camilo, recomendo pra quem ficou na duvida de comprar e conferir o trabalho dos caras.

Deixe uma resposta