Olá, Pachuchus!

Já começou 2016 e isso significa que é hora de postar minha primeira resenha do ano. E como vocês bem já sabem, o cenário de terror atual já viu dias melhores. Não sei se é pelo fato de eu já ter assistido muitos filmes do gênero e aprendido o formato, mas anda bem complicado achar um bom filme de terror por ai.

Em minha peregrinação nessa terra maravilhosa chamada internet, me deparei com uma produção Sci-fi, Terror Trash e Comédia feita em 2006 chamada Slither, ou como foi traduzida para a linguagem da Dilma, Seres Rastejantes. A julgar pela capa, pensei que seria mais um daqueles filmes de terror que não dá nem pra se divertir de tão ruim que são (vide Centopeia Humana 3). No entanto, resolvi conferir o trailer e ainda bem que fiz isso.

slither_ver2_xlg

Slither se passa em uma cidadezinha no interior dos Estados Unidos chamada Wheelsy. E nada acontece lá. Sério. Nada acontece. O índice de criminalidade é tão baixo que os policiais não tem o que fazer. Um dos passatempos deles é medir a velocidade de voo dos pássaros usando um radar de mão. Porém, contudo, entretanto e todavia, é claro que as coisas não ficariam nesse marasmo, caso contrário não haveria filme.

Grant (Michael Rooker) é um dos poucos homens bem sucedidos na cidade e é casado com a moça mais bonita de lá, Starla ((Elizabeth Banks). Clichê, eu sei. Mas acontece que sua esposa, Starla, não é tão chegada no moço quanto ele esperava. Então, uma noite, depois de um desentendimento, Grant resolve afogar as mágoas no bar local e acaba encontrando Brenda (Brenda James), a irmã mais nova de uma ex-namorada.

slither-hd_shot6l

Enquanto os dois passeiam pela floresta pra fazer coisas que Jesus condena, Grant se depara com uma espécie de lesma rastejando pelo chão. O ser gosmento o ataca com um ferrão e o infecta com um parasita que se aloja no cérebro de Grant. É claro que depois disso, seu corpo começa um processo de mutação e é ai que as coisas ficam sérias.

Grant deposita os ovos do parasita em Brenda (e não do jeito divertido, acreditem) e a mantém trancada em um celeiro para que a “mãe” se alimente e as crias nasçam saudáveis. Starla é atacada por Grant e as polícia chega em tempo para resgatá-la. Não demora muito até que eles também descobrem Brenda (que mais parece uma bola com um rosto) e os bebês saem para brincar.

Assim que a infestação começa você aprende mais sobre o comportamento e origem do parasita. Não vou entrar em mais detalhes porque seria spoiler. mas garanto que Slither é um filme sensacional. Vale lembrar que a polícia de Wheelsy não é nem um pouco preparada para uma situação de emergência, seja um serial killer ou uma praga alienígena, o que deixa as coisas muito mais engraçadas.

Os personagens da trama são cativantes e menos estereotipados do que eu imaginava. Eles não são muito complexos mais ainda assim tem seus motivos interiores e obstáculos próprios. Um exemplo disso é Starla. Mas Slither não é um filme sobre auto descoberta e desenvolvimento humano, estamos falando de lesmas alienígenas e cervos assassinos.

Slither é uma comédia de terror trash que vai te fazer dar risada. É um filme divertido em que você não precisa rachar seu cérebro para entender as mensagens escondidas na trama e isso não é uma crítica negativa. Com uma trilha sonora focada mais para o  country, por motivos óbvios, Slither cativa o espectador. Você fica curioso para saber como os moradores de uma cidadezinha do interior dos Estados Unidos vão enfrentar uma ameaça desse nível quando a atividade mais perigosa em suas rotinas é atravessar as crianças em segurança pela faixa de pedestres.

[quote_box_center]Título:  Seres Rastejantes // Slither (EUA, Canadá/2006)

Diretor: James Gunn

Duração: 95 minutos

Elenco:  Michael Rooker, Elizabeth Banks, Nathan Fillion.[/quote_box_center]

 

Carregar mais artigos relacionados
Load More By Beatriz Paz(uzu)
Load More In Destaque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também!

Santa Clarita Diet – Na saúde e na doença

Santa Clarita Diet é  um banquete de lamber os dedos do qual você vai querer repetir. Shei…