Black Hole, lançamento da editora Darkside Books, foi publicada originalmente, nos Estados Unidos, em doze capítulos entre os anos de 1995 e 2004. A demora para completar a história se deve, principalmente, ao esmero de seu autor, Charles Burns. Além da arte impecável e repleta de detalhes e nuances em todas as páginas, o roteiro é intrincado, cheio de idas e vindas temporais, sonhos e alucinações, o que requer muita atenção do leitor para a compreensão da obra em toda sua magnitude.

A doença sexualmente transmissível abordada na obra pode (e deve) ser encarada como uma poderosa metáfora sobre as transições da adolescência para a vida adulta, como a da descoberta da sexualidade, da desesperança quanto ao futuro, e as mudanças advindas da explosão hormonal, que podem assustar alguns jovens ao ponto de se considerarem portadores de uma doença digna de reclusão. Mas também pode ser encarado como uma abordagem alternativa para a AIDS… Como toda boa obra de arte, tudo em Black Hole está aberto a interpretações e é isso que torna a história tão diferenciada.

Não é por menos que a HQ foi amplamente laureada com os principais prêmios da indústria norte-americana. Ganhou sete prêmios Harvey (seis como arte-finalista, um por capista). Em sua publicação como volume único, levou outro Harvey e também o prêmio de Melhor Graphic Novel do Eisner Awards.

SINOPSE DA DARKSIDE BOOKS:

Terror existencialista em preto e branco.

Vencedor do Eisner Award de Melhor Álbum de 2006 e de nada menos que nove Harvey Awards e outros dois Ignatz Awards, além do prêmio Les Essentiels d’Angoulême (2007), Black Hole é a mais importante graphic novel de Charles Burns. Publicada de forma seriada durante uma década, foi reunida em 2005 para aclamação mundial e reforçou o lugar do artista como o mestre dos quadrinhos independentes de horror. Agora, orgulhosamente inaugura a publicação de clássicos dos quadrinhos pela DarkSide Graphic Novel.

FICHA TÉCNICA:

Capa dura
368 páginas
Editora: DarkSide Books
Edição: 1ª (5 de outubro de 2017)
Idioma: Português
Formato: 23,4 x 15,7 x 3,3 cm

COMPRE AQUI!

  • [Resenha] Legião de William Peter Blaty

    William Peter Blaty é um escritor corajoso. Não apenas porque sua obra máxima O Exorcista …
  • [SORTEIO] Queremos o seu sangue!

    WE CAN BE HEROES! Há muito tempo pensamos em fazer uma ação de doação de sangue aqui no Pa…
  • [Resenha] Abominação de Gary Whitta

    Historicamente muita coisa sobre a Idade Média, ou era Medieval, se perdeu em meio a guerr…
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Thiago Chaves
Load More In Pipoca e Nanquim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também!

THOR RAGNAROK é um filme pra crianças (crítica com spoilers) | Vlog do PN #228

Thor Ragnarok é mais um grande acerto da Marvel nos cinemas. Depois de dois filmes insonso…