Recentemente alguns chefões da Marvel se reuniram com donos de Comics para discutirem assuntos financeiros e pensarem em novos rumos, já que as vendas não estariam como o planejado. Entre as reclamações ouvidas estavam de que o excesso de mega-sagas estavam dando no saco, a descontinuidade de algumas séries, ausência de minis, descaracterização de personagens clássicos e inclusão de novos personagens “diversificados”. O fato da Marvel não ter emplacado nenhum quadrinho de herói no TOP 10 de fevereiro foi o estopim para que notícias anunciando uma crise na Marvel surgissem em tudo quanto é canto. Mesmo continuando em 1º lugar, com um share de 33.64% em unidades vendidas e 37.46% em valor arrecadado, contra 33.47% e 30.23%, respectivamente, da DC; a impressão foi que a empresa iria falir já no mês que vem. E a grande polêmica, claro, caiu em cima dos heróis “diversificados”, com opiniões contra e a favor brotando de todos os lados. Seria essa diversidade o grande calcanhar de Aquiles da Marvel? Muito foi discutido e fica bem evidente que é um dos menores problemas, como vários blogs internacionais e nacionais analisaram, como o Jovem Nerd e o CBR.

Mas as vendas de março foram divulgadas e os fãs da Marvel podem ficar um pouco mais calmos: a editora não só voltou ao TOP 10 com 3 títulos de heróis como foi a que mais lucrou. Confira o TOP 10 com a estimativa de unidades vendidas.

Pos. Título Valor Editora Unidades
1 Amazing Spider-Man #25 $9.99 Marvel 113,934
2 Dark Knight III Master Race #8 $5.99 DC 107,892
3 Batman #18 $2.99 DC 98,1
4 Batman #19 $2.99 DC 97,501
5 Iron Fist #1 $3.99 Marvel 89,652
6 X-Men Prime #1 $4.99 Marvel 83,689
7 Star Wars #29 $3.99 Marvel 72,017
8 All Star Batman #8 $4.99 DC 71,809
9 Walking Dead #165 $2.99 Image 70,422
10 Justice League #16 $2.99 DC 62,515

As séries relacionadas ao Batman continuam sendo as mais populares do momento, com pelo menos um título no TOP 5 desde o início do Rebirth em maio de 2016, chegando a ter até 2 ou 3 revistas no TOP 5. A Liga da Justiça também se mantém popular, permanecendo firme e forte no TOP 10. Então não é surpresa que dos 5 títulos que a DC emplacou no TOP de março, 4 são do Batman e 1 da Liga da Justiça. Todos com numeração já avançada, vale dizer, indicando sua posição consolidada. Por outro lado, a Marvel emplacou duas novas séries, X-Men Prime e Iron Fist, e números #1 costumam vender mais. Os X-Men, apesar dos problemas que vem enfrentando, continuam como uma das equipes mais rentáveis da editora, e Iron Fist teve o boost da série que estreou recentemente na Netflix. Além de Star Wars, que também vem se consolidando na lista.

Em matéria de unidades vendidas, a DC ultrapassou a Marvel, ficando com um share de 35.46% contra 34.34% da Marvel. A diferença não é muita, assim como em fevereiro também não foi. Mas em valor arrecadado, a Marvel ganhou mais dinheiro que a DC, conseguindo um share de 35.41% contra 28.75% da Distinta Concorrência. Mas como a DC faturou menos se vendeu mais? A resposta é que as revistas da DC custam em média $2,99, enquanto as da Marvel variam entre $3,99 e $4,99. Mas a grande diferença nos valores de share se deve a Amazing Spider-Man #25, que custa quase $10 e teve mais de 100 mil solicitações! O mercado americano de HQs é bastante complexo, com muitos números de encomenda, HQs que custam menos de $1 (e geralmente não são contabilizadas nessas listas), sem contar em revistas que as próprias editoras enviam de graça. E o TOP 10 funciona como um termômetro da popularidade de certos títulos, o quanto estão sendo encomendados.

Mas mesmo retornado entre as mais vendidas, mostrando que a Marvel ainda tem fôlego, ao contrário de todas as suspeitas, o cenário da editora ainda não é dos melhores, já que em breve a DC irá aumentar seu valor de capa e poderá alcançar ainda mais a rival. No TOP 20, por exemplo, a Marvel não emplacou nada além das já citadas. Mas o cenário também está longe de ser ruim. O bom dessa concorrência é que abre espaço pra novas revistas, como é o caso de X-O Manowar #1 da Valiant, que ficou na 12ª posição.

A Image Comics com The Walking Dead, uma de suas séries mais populares (e rentáveis) fisgou apenas 0 9º lugar entre as 10 mais vendidas, porém no cenário de Graphic Novels e Encadernados, é uma das principais editoras, com SAGA Vol. 7 e The Walking Dead Vol. 27 nas duas primeiras posições. Um ponto interessante é que muitas revistas não costumam vender tão bem, mas o seu encadernado consegue se manter e garantir a publicação mensal. Nesse TOP 30 de encadernados, por exemplo, temos títulos como da Garota Esquilo na 29ª posição (Unbeatable Squirrel Girl Vol. 5 Only Squirrel In World) e Karnak: The Flaw In All Things, ambos da Marvel, e Flintstones Vol. 1 da DC na 24ª, que foi cancelada recentemente, enquanto quase 50% das outras séries são de editoras menores. TOP 10:

Pos. Título Valor Editora Unidades
1 Saga Vol. 7 $14.99 Image 22,903
2 Walking Dead Vol. 27 Whisperer War $14.99 Image 19,048
3 Harley Quinn Vol. 1 Die Laughing $16.99 DC 5,879
4 Suicide Squad Vol. 1 The Black Vault $16.99 DC 5,801
5 Death of X $17.99 Marvel 5,335
6 Titans Vol. 1 The Return of Wally West $16.99 DC 4,764
7 Wolverine Old Man Logan $29.99 Marvel 4,301
8 Deathstroke Vol. 1 The Professional $16.99 DC 3,953
9 Batgirl Vol. 1 Beyond Burnside $16.99 DC 3,666
10 Deadly Class Vol. 5 Carousel $14.99 Image 3,367

Veja as listas completas aqui.


Melhor Narrativa Gráfica:
como curiosidade, semana passada saiu a lista dos indicados ao Hugo Awards 2017 (que premia trabalhos de fantasia e ficção científica) e a Marvel conseguiu 3 indicações na categoria destinada às HQs, lugar geralmente preenchido por trabalhos mais autorais. Os indicados:

Black Panther, Volume 1: A Nation Under Our Feet, written by Ta-Nehisi Coates, illustrated by Brian Stelfreeze (Marvel)
– Monstress, Volume 1: Awakening, written by Marjorie Liu, illustrated by Sana Takeda (Image)
– Ms. Marvel, Volume 5: Super Famous, written by G. Willow Wilson, illustrated by Takeshi Miyazawa (Marvel)
– Paper Girls, Volume 1, written by Brian K. Vaughan, illustrated by Cliff Chiang, colored by Matthew Wilson, lettered by Jared Fletcher (Image)
– Saga, Volume 6, illustrated by Fiona Staples, written by Brian K. Vaughan, lettered by Fonografiks (Image)
– The Vision, Volume 1: Little Worse Than A Man, written by Tom King, illustrated by Gabriel Hernandez Walta (Marvel)

Isso só reforça que a “diversidade” na editora definitivamente não é o seu maior problema. Esta série do Pantera Negra foi uma das mais vendidas de 2016, com sua primeira edição ultrapassando 250 mil cópias! E a Ms. Marvel vem sendo uma das heroínas “novas” que melhor teve aceitação, ao lado de outros nomes como Miles Morales, ganhando a atenção de outros públicos além dos leitores de quadrinhos. E a série do Visão foi uma das maiores surpresas (e um dos melhores títulos da Marvel em 2016) e é a minha torcida para levar o troféu. Cheguei a resenhar o volume 1 e o 2 dele, que são ótimos.

Leia também: Os 15 melhores gibis de 2016

Como de costume, nem tudo que é bom necessariamente vende e as listas de mais vendidos nem sempre são das melhores séries, mas sim do que está mais em alta e pra analisarmos o que pode continuar saindo ou não.

Fontes:

Newsarama.com

Comichron.com

Bustle.com

 

Comente pelo Facebook

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta