Fonte: http://heartyspades.deviantart.com/

Fonte: http://heartyspades.deviantart.com/

Acreditem se quiserem, mas eu já tive uma fase meio poeta, meio escritor e meio magro. Essa época eu considero como a primeira fase complicada da minha vida.

Era adolescente, tinha recém 14 anos (porra, já fazem 11 anos que escrevi isso!!), saí do bairro em que morava a mais de 10 anos para ajudar meus pais e meu tio em um novo negócio da família, o problema é que era do outro lado da cidade.

Um pequeno choque de realidade, por não poder mais jogar bola na rua, conviver com meus amigos e começar a vida de proletariado-entregador-de-água-mineral-de-bicicleta e um pequeno contato com a depressão.

Guardei esse texto por tanto tempo porque acho importante relembrar as coisas já vividas por mim, mas sem revivê-las.

Do alto ele reflete

Olha sua vasta floresta

Sua floresta de pedra

Acredita que ali

Não há mais salvação

 

Nos ventos frios,

Que açoitam as intermináveis vidraças

Um anjo busca resposta

Respostas que parecem impossíveis

 

Observa o céu, belíssimo azul,

O vento, frio e aconchegante,

As nuvens, parecendo algodão-doce.

A melancolia o suprime e

Toma uma decisão.

 

Sente a fúria do vento

Que rasga a pele do seu rosto

Seu coração se dilacera

Assim que ele chega ao seu destino.

 

Já não há mais duvidas

Não há mais magoas

Agora,

Apenas mais um corpo estirado ao chão.

 

Não sei se escreverei algo similar, mas quem sabe não aproveito meu recente surto criativo e despejo algumas coisas no papel/word e repasso para a tia Bia dar uma conferida no material.

O post Anjo apareceu primeiro em Mob Fiction.

Comente pelo Facebook

Oi! Eu sou o Sayron! Não é Saimon, Taimon ou Sauron... Sou um eterno perseguido por Murphy! Viciado em games, fanático por RPG e assisto Futebol Americano de vez em quando. Gosto das bizarrices desse mundo chamado internet. Vivo com sono, sou reclamão, mas se é para fazer zuera, conte comigo!

ARTIGOS SEMELHANTES